Arquivo | Carmem Salazar RSS for this section

Carmem Salazar

Empilháveis IV

“Cor” é inspirado na obra sem título, 1966, de Myra Schendel, onde a artista inscreveu a frase que beleza, em negro, em mancha vermelha sobre papel. O trabalho sugere que a sensação da cor vermelha venha acompanhada da composição formal da palavra em uso, num derramar da matéria colorida através do empilhamento das letras, bem como, numa referência à Poesia Visual, gênero que propõe uma simultaneidade entre forma e conteúdo.

 

Ficha Técnica

“Cor”

Poema objeto

Letras em resina, na cor vermelha, reproduzidas a partir de molde de silicone s/ base branca de 36 x 50 cm (altura a definir).

2011

Carmem Salazar (Porto Alegre – RS, 1962). Acadêmica de Artes Visuais na Universidade Feevale / NH / RS. Estuda na área de Fotografia, Iluminação Cênica e Artes Visuais desde 1990, constando em sua formação oficinas com Wagner Pinto, Jorge de Carvalho, Luiz Carlos Vasconcelos, Liana Timm, Charles Watson, Eugènia Balcells, Lucia Koch, Nazareth Pacheco, Mônica Rubinho, Eduardo Costa, Paulo Gaiad, Ricardo Cristófaro, Niura Legramante Ribeiro, Alexandra Eckert, Jorge Soto e Shirley Paes Leme. Desenvolve entre outras pesquisas, em fotografia e serigrafia, experimentalismos com a palavra, envolvendo poesia visual, poemas objeto e intervenções no espaço. Integra o Projeto Circular Feevale e já participou de várias exposições coletivas, entre elas O Pão Nosso de Cada Dia / Exposição Internacional de Livros de Artista, Exposição Contaminação, na Galeria de Artes do DMAE, Projeto Outros Lugares, no Espaço Cultural Chico Lisboa, Bienal B e Exposição Premiados no 1º Prêmio Ibema Gravura, SP. Obteve 1º lugar no XI Salão de Artes Visuais da Feevale / 2008 e Menção Honrosa no 1º Prêmio Ibema Gravura em 2011.

carmemsalazar@hotmail.com

http://www.carmemsalazar.blogspot.com

Anúncios